Crianças E Tecnologia – 9 Exemplos A Definir Para Um Relacionamento Saudável

Você pode imaginar viver sua vida sem tecnologia hoje?

Existem algumas coisas na vida que podemos viver sem e algumas coisas que simplesmente não podemos. A tecnologia se enquadra no último grupo. 

Nossos smartphones, computadores e todos os nossos outros dispositivos se tornaram uma parte integrante de nossa vida, que é praticamente impossível passar dois dias sem usá-los.

Como sociedade, nos tornamos muito dependentes da tecnologia. Quase tudo o que fazemos envolve tecnologia de uma forma ou de outra. 

O efeito dessa dependência da tecnologia não afeta apenas os adultos da sociedade, mas está tendo um impacto ainda maior na geração mais jovem. 

Crianças e tecnologia andam juntas desde os 3 anos de idade. Eles basicamente crescem cercados por uma tecnologia em constante evolução. 

Mais de 90% dos adolescentes nos EUA acessam a internet todos os dias para usar as redes sociais e reproduzir vídeos. Quais são as duas formas de tecnologia mais viciantes atualmente. 

Uma pesquisa do The Pew Research Center revelou que aproximadamente 50% dos adolescentes nos principais estados dos EUA admitiram que se sentem viciados em seus smartphones.  

Os especialistas prevêem que isso só vai piorar nos próximos anos e pode causar alguns problemas graves para as gerações futuras.

A relação entre as crianças e a tecnologia é saudável hoje?

A tecnologia teve um grande impacto em todos os aspectos da sociedade. 

Não há como negar que isso tornou nossa vida extremamente conveniente, mais segura e definitivamente mais agradável.

Todos os dias, a cada minuto que passa, mesmo enquanto você lê isso agora, novos avanços tecnológicos estão sendo feitos.

A tecnologia avançou muito além das expectativas e imaginações da humanidade. Quanto mais a tecnologia avança, maior é o impacto que ela tem na sociedade como um todo.

Com a inovação da eletricidade, automóveis e computadores, o mundo inteiro mudou tremendamente entre o século 19 e o século 20. 

Tudo o que fazemos hoje envolve tecnologia de uma forma ou de outra. 

Desde nossos alarmes para nos acordar até pedir o jantar antes de dormir e até mesmo usar aplicativos para manter uma programação de sono saudável, dependemos de tecnologia para tudo. 

Seria tolice negar que a tecnologia nos ajudou tremendamente nas últimas décadas.

Mas, de fato, existem prós e contras em questões de relação entre crianças e tecnologia.

Nossa dependência da tecnologia e da Internet está ficando fora de controle

A indústria de tecnologia jogou todas as cartas da maneira certa para garantir que nós, como sociedade, sejamos viciados em tecnologia. Devido a isso, há uma mudança em tudo o que fazemos. Desde como e o que comemos até como viajamos.

Até teve um efeito na forma como nos comunicamos uns com os outros.

Nós, humanos, somos criaturas sociais. Precisamos interagir com outros humanos. Faz parte da nossa natureza.

No entanto, a tecnologia está lentamente diminuindo a necessidade de interagir de fato com outros humanos em pessoa. 

Por exemplo, a criação da mídia social permitiu que as pessoas se envolvessem com milhares de outros humanos que nem mesmo conheciam pessoalmente. Você pode criar todo um círculo social de amigos online que nunca conheceu na vida real.

Isso está diminuindo os relacionamentos da vida real. Você pode até perceber isso ao seu redor. Especialmente se você tem filhos.

Os pais nos países ricos passam muito mais tempo com os filhos hoje do que há 50 anos. Mas os telefones estão cada vez mais se infiltrando nessas interações, afetando sua profundidade e qualidade.

Esta pesquisa publicada em 2019 pelo The Pew Research Center, revelou que quase metade da população americana está em seus smartphones constantemente ao longo do dia. 

O aumento do uso de smartphones pelos pais tem preocupado os especialistas com as consequências potencialmente devastadoras que isso pode ter para o desenvolvimento de bebês e crianças pequenas.

Como pai, a maneira como você usa a tecnologia pode definir o tom para o relacionamento entre seus filhos e a tecnologia. 

A nova geração está crescendo em um mundo totalmente digital, ao qual nós mesmos estamos apenas sendo apresentados. O modo como cuidamos de nossas dependências tecnológicas moldará seu futuro.

9 exemplos a definir para promover o relacionamento mais saudável entre seus filhos pequenos e a tecnologia

As crianças aprendem rápido. Eles percebem tudo o que você faz e adquirem todos os seus hábitos ao longo do caminho.

Portanto, a maneira mais fácil de fazer com que eles sigam algo é praticar você mesmo.

Você com certeza conhece o princípio “pratique o que prega”. É hora de aplicar isso na vida real agora.

Se seu filho vir você usando o telefone na mesa de jantar ou respondendo a um e-mail rápido enquanto faz uma refeição, você logo descobrirá o seguinte em seus passos e fazendo a mesma coisa. 

Portanto, se você deseja que eles tenham um relacionamento saudável com a tecnologia, a melhor maneira de fazer isso é liderando pelo exemplo. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo com isso:

Tenha uma hora digital de desintoxicação todos os dias

Agende uma hora todos os dias, para a conveniência de todos, para fazer uma desintoxicação digital todos os dias. Seus filhos e a tecnologia devem estar mais distantes durante esse período.

Durante esse tempo, todos os gadgets da casa serão desligados. Você pode optar por passar um tempo juntos durante esse período ou todos podem ser livres para fazer o que quiserem.

Você ficará surpreso com tudo o que pode fazer em uma hora sem distrações tecnológicas constantes. 

Esta é uma boa maneira de começar a prática da desintoxicação digital e acostumar todos a ela. 

Não são permitidos gadgets na mesa de jantar

Quantas vezes você já se sentou para comer com alguém e acabou passando mais da metade do tempo ao telefone?

Esta é uma prática comum que a maioria de nós é culpada de fazer de vez em quando. 

Para acabar com isso, estabeleça uma regra que nenhum gadget seja permitido na mesa de jantar.

Se você não levar seu telefone, tablet ou laptop para a mesa, as crianças logo farão o mesmo. 

Escolha uma nova atividade / hobby a cada mês

Um adolescente nos Estados Unidos passa aproximadamente 7 horas ao telefone todos os dias. 

A maneira mais fácil de reduzir esse tempo de tela é incentivando-os a participar de outras atividades.

Se seus filhos perceberem que você é ativo e participa de várias atividades, isso também os incentivará a fazer o mesmo. 

É importante lembrar que você deve forçar seu filho a fazer atividades que você goste. Em vez disso, dê a eles liberdade e espaço para escolher seus próprios hobbies e atividades dos quais gostariam de participar. 

Pratique uma comunicação aberta e saudável

Se você quer que seus filhos ouçam você, primeiro você precisa praticar a comunicação aberta.

Ao tentar fazer com que seu filho limite o tempo de tela, primeiro você precisa comunicar a ele o motivo disso.

Só pedir que eles usem menos o telefone ou desligar o WiFi não funcionará. Se quiserem entrar na internet, sempre encontrarão um jeito. 

Portanto, é importante que você se comunique adequadamente com eles e os informe sobre o efeito negativo que a tecnologia está tendo em suas vidas. Eduque-os sobre as armadilhas da tecnologia, para que entendam melhor por que devem fazer o que você está pedindo.

Quando você constrói um canal de comunicação saudável entre você e seu filho, ele também se sente mais confortável para se abrir com você no futuro sobre qualquer coisa com que esteja lidando. 

Bloqueie o acesso a todo o conteúdo adulto

Com a pornografia amplamente espalhada por toda a Internet, o vício em pornografia está aumentando. 

Hoje, as crianças encontram conteúdo adulto na internet aos 7 anos de idade. Este é um fato extremamente perigoso e alarmante. 

O conteúdo pornográfico pode causar sérios danos a jovens mentes impressionáveis.

Para evitar toda essa situação, você pode bloquear o acesso a todo o conteúdo adulto em todos os dispositivos da sua casa. Isso reduz muito as chances de seu filho descobrir pornografia, mesmo por acidente, e se tornar viciado no futuro. 

Sites de pornografia e todos os anúncios pop-up de pornografia que você vê na internet são todos infiltrados por vírus e malware. Ao bloquear a pornografia, você está protegendo toda a sua casa de qualquer possível cibercrime. 

Faça do tempo na tela um privilégio

É melhor tornar o tempo de tela um privilégio em vez de um direito em sua casa. 

Por estarmos rodeados de tecnologia 24 horas por dia, 7 dias por semana, começamos a considerá-la algo natural e não a valorizamos o suficiente.

Defina um limite de tempo de tela em casa e certifique-se de que todos o cumpram. Especialmente você. Somente se você seguir as regras que definiu, todos os outros em casa seguirão as regras. 

Se houver um limite para o quanto você pode usar a tecnologia, você começará a perceber sua importância novamente em sua vida e deixará de considerá-la garantida. 

Passe tempo com pessoas na vida real

Uma das maiores armadilhas da mídia social é o deslocamento social. A relação entre seus filhos e a tecnologia não deve custar as relações na vida real.

O deslocamento social se refere ao problema de passar tanto tempo online que começa a tirar seu tempo da “vida real”.

Freqüentemente, passamos tanto tempo em aplicativos e sites de mídia social que não percebemos o tempo que estamos perdendo com nossos amigos e familiares na vida real.

 Portanto, faça um esforço consciente para passar um tempo saudável de qualidade com seus amigos e família offline. Adote uma regra rígida de não pegar o telefone a menos que seja absolutamente necessário quando estiver com amigos e família.

Concentre-se em estar presente no momento, em vez de postar uma história estética em sua página do Instagram. 

Pare de comparar

Esta é uma das maiores quedas da mídia social. O ambiente tóxico que ele cria tem o potencial de prejudicar gravemente o estado mental de uma pessoa.

Um estudo mostrou que os usuários das redes sociais ficavam cada vez mais tristes à medida que continuavam a usar mais as redes sociais. Isso se deve à cultura competitiva tóxica das mídias sociais. 

Quando seus filhos perceberem que você está comparando você mesmo e sua vida com a de outras pessoas nas redes sociais, eles também seguirão os mesmos passos.

Faça questão de eliminar as comparações de sua vida, seja online ou offline.

Sem Internet antes de dormir 

A geração atual tem os maiores casos de mídia social no momento. 

O motivo disso? O uso constante da tecnologia até o momento em que você adormece.

Todos nós desenvolvemos o hábito de percorrer as redes sociais sem pensar ou assistir a vídeos aleatórios no Youtube antes de adormecer. Este é um hábito extremamente prejudicial.

Não prejudica apenas os olhos, mas também afeta gravemente o ciclo do sono. A luz da tela, juntamente com a ansiedade e os sentimentos confusos que o uso da mídia social geralmente cria, impedem que você durma bem. 4 em cada 10 millennials nos EUA admitiram que experimentam distúrbios do sono como resultado do uso viciante da mídia social.

Para se livrar desse problema. Crie o hábito de guardar o telefone pelo menos uma hora antes de ir para a cama.

Se você acha difícil desligar o telefone por estar acostumado a ficar no YouTube antes de dormir, temos o guia perfeito para ajudá-lo a resolver esse problema.

Conclusão

Esta é a melhor abordagem que você pode adotar para garantir um relacionamento saudável entre as crianças e a tecnologia. 

Se você praticar o que prega, seus filhos o seguirão automaticamente. 

Essa abordagem holística não apenas garante a segurança de seus filhos, mas também mantém suas próprias mídias sociais sob controle.

Assim como as crianças, os adultos também precisam garantir que não sejam pegos no ambiente tóxico das mídias sociais. Portanto, esta é a melhor forma de garantir o bem-estar digital de toda a sua casa. 

As redes sociais podem ser extremamente úteis e divertidas, ao mesmo tempo que são extremamente negativas e tóxicas. Tudo depende de como você escolhe usá-lo. 

Faça o seu melhor para estabelecer um equilíbrio saudável entre a mídia social e a vida real. Isso terá um enorme impacto positivo em sua vida e em sua família. 

Esperamos que nossas dicas selecionadas ajudem você a atingir seu objetivo de estabelecer um relacionamento saudável com a tecnologia em sua casa.

Diga-nos qual dica você está mais interessado em implementar!

Se você tiver mais sugestões ou dicas, deixe-as nos comentários abaixo. Adoraríamos ouvi-los!

Promo-card-image-3

Quit Porn & Reclaim Your Life

– Improve your relationship

– Stronger and more intense orgasms, increased libido, and other positive improvements

– Better focus on the things that matter

You may also like