Como bloquear sites no Chrome sem extensões: 7 maneiras principais


Introdução

Você está procurando maneiras de impedir a entrada de sites que distraem ou são inadequados no Chrome sem usar uma extensão? Mas é possível? E se sim, como bloquear sites no Chrome sem extensão? Quais são as melhores maneiras?

Bem, você pode realmente bloquear sites no Chrome sem usar uma extensão. Na verdade, este guia rápido explica como bloquear sites no Google Chrome sem extensão. Alinhei sete maneiras eficazes de filtrar sua experiência de navegação no Chrome, criando um espaço online seguro e produtivo para você e seus entes queridos.

Então, sem mais delongas, vamos começar.


Como bloquear sites no Chrome sem extensão: sete maneiras principais

como bloquear sites no Chrome sem extensão

Bem, se você está se perguntando como bloquear sites no Chrome sem extensão, aqui estão sete maneiras fáceis, mas eficazes de seguir:


Método 1: bloquear sites usando um roteador Wi-Fi

Bem, a primeira maneira fácil de bloquear sites sem usar extensões do Chrome é usar seu roteador Wi-Fi. Agora, bloquear sites diretamente através do seu roteador é uma maneira simples de impedir o acesso a sites específicos em todos os dispositivos conectados à sua rede doméstica.

Veja como você pode fazer isso:


Etapa 1: Acesse as configurações do roteador.

Bloquear usando as configurações do roteador.

Abra um navegador da web e digite o endereço IP do seu roteador (por exemplo,, http://192.168.0.1 u> ou https://myrouter.local ) na barra de endereço. Geralmente, essas informações podem ser facilmente encontradas em um adesivo no roteador ou você pode verificar o manual do roteador. O endereço IP será mais ou menos assim: “192.168.1.254” ou “192.168.50.1”


Etapa 2: Faça login.

Digite o nome de usuário e a senha do seu roteador quando solicitado. Se você não as configurou, tente as credenciais de login padrão, geralmente encontradas no roteador ou no manual.


Etapa 3: navegue até Controles dos Pais.

Em seguida, procure opções como Configurações de Controle dos Pais/Bloqueio de Sites. O nome exato pode variar dependendo da marca e modelo do seu roteador. No entanto, você pode encontrá-lo em opções como “configurações” ou “configurações avançadas”. Confira termos como “filtragem de conteúdo”, “bloquear site” ou “controle dos pais”.


Etapa 4: adicionar URLs à lista de bloqueios.

Depois de acessar o controle dos pais ou a seção de filtragem de sites, encontre a opção de bloquear sites específicos. Depois disso, você precisa acessar a lista de bloqueio de URLs e inserir os URLs dos sites que deseja bloquear, como “www.facebook.com” e quaisquer domínios relacionados.


Etapa 5: Salvar e aplicar alterações.

Após adicionar os URLs à lista de bloqueio, salve suas configurações. Pode ser necessário reiniciar o roteador para que as alterações tenham efeito.


Prós:

  • Com este método de bloqueio de sites, você pode aplicá-lo a todos os dispositivos da sua rede, incluindo desktops, laptops, tablets e smartphones, para manter sites indesejados restritos sem a extensão do Google Chrome.
  • Depois de configurado, o bloqueio persiste em todos os dispositivos, mesmo após atualizações do navegador ou do sistema operacional.

Contras:

  • Este método de bloqueio de site só funciona em dispositivos conectados ao Wi-Fi de sua casa.
  • Se alguém sair de casa ou mudar para uma rede diferente, como Wi-Fi público ou dados móveis, ainda poderá acessar sites bloqueados.


Método 2: bloquear um site no Chrome editando o arquivo Hosts

Outra maneira eficaz de bloquear determinados sites na Web, sem extensões do Google Chrome, é editando o arquivo Hosts. Este arquivo, presente no sistema operacional, contém nomes de domínio e seus endereços IP correspondentes.

Vamos entender como acessar e executar esta função no Windows e no macOS.


a. Editando arquivo Hosts no Windows:

Bloquear sites como o YouTube no Chrome pode ajudar a manter o foco ou controlar o acesso ao conteúdo. Embora possa parecer técnico, na verdade é bastante simples. Aqui, eu dividi em etapas:


Etapa 1: Abra o Bloco de notas como administrador

Para começar, abra o Bloco de Notas no seu dispositivo procurando-o no menu Iniciar ou pressionando a tecla Windows + S e digitando “Bloco de Notas”. Clique com o botão direito no Bloco de Notas e selecione “Executar como administrador”. Clique em “Sim” para confirmar e abrir o aplicativo.

Abra o bloco de notas


Etapa 2: Navegue até o arquivo Hosts

Em seguida, você precisa abrir um arquivo no Bloco de Notas. Você pode fazer isso pressionando Ctrl + O ou selecionando “Arquivo” e depois a opção “Abrir”.

Em seguida, vá para os arquivos host acessando C:\Windows\System32\drivers\etc e selecionando o arquivo “hosts”. Se o Windows estiver instalado em uma unidade diferente, substitua “C” pela letra correta da unidade.


Etapa 3: selecione e abra o arquivo Hosts

Localize e abra o arquivo “hosts”. Esta ação abre o arquivo hosts no Bloco de Notas para edição.


Etapa 4: adicionar entradas de bloqueio

Arquivos hospedeiros

Agora, para fazer edições, role até o final do arquivo e pressione Enter para obter uma nova linha. Abaixo do último “#”, adicione novas linhas com o endereço IP do seu host local (127.0.0.1) seguido pelo domínio do site que você deseja bloquear (por exemplo,  www.youtube.com).


Etapa 5: Salvar as alterações

Após fazer as edições necessárias, salve as alterações acessando Arquivo → Salvar ou pressionando CTRL+S. Certifique-se de que não esteja salvo como um arquivo .txt.

Etapa 6: confirme as alterações

As mudanças já estão em vigor. Agora você pode abrir o navegador Chrome e pesquisar o nome de domínio bloqueado para ver se funciona.

(Nota: você deve repetir o processo adicionando novas linhas sempre que quiser bloquear um novo site).


b. Editando arquivo Hosts no macOS

Se você possui um dispositivo macOS, bloquear sites no Chrome por meio do arquivo host segue um processo semelhante. Veja como você pode fazer isso:

  • Etapa 1: abra o Terminal. Vá para Utilitários e abra o Terminal.
  • Etapa 2: acessar o arquivo Hosts. Em seguida, digite “sudo nano /etc/hosts” no comando do Terminal. Em seguida, digite sua senha de administrador. Deve consistir em várias linhas semelhantes à mencionada acima no Windows.
  • Etapa 3: edite o arquivo Hosts. Adicione o endereço IP do host local (127.0.0.1) seguido do nome de domínio do site que você deseja bloquear. Pressione a guia para obter espaço.
  • Etapa 4: Salvar alterações. Em seguida, salve as alterações pressionando CTRL + O (ou Control + X > Y > Return) para salvar e CTRL + X para sair.
  • Etapa 5: limpar o cache. Evite conflitos digitando “sudo dscacheutil -flushcache” no Terminal.
  • Etapa 6: teste o resultado. Abra um navegador para ver se o site está bloqueado.


Prós:

  • Ao bloquear sites editando as opções do arquivo host, você obtém o benefício de bloquear sites em todos os navegadores, como Safari, Chrome e Firefox.
  • Além disso, não é fácil desfazer esse método, tornando mais difícil para as crianças contornarem o controle dos pais.

Contras:

  • Porém, esse método bloqueia apenas sites específicos como o YouTube. Ele não bloqueia, filtra ou limita sites adultos.
  • Além disso, se seu filho tiver experiência em tecnologia, ele poderá encontrar maneiras de reverter as configurações usando guias on-line. Então, pessoalmente, meu método favorito é usar controles parentais confiáveis e inteligentes.


Método 3: bloquear sites no Chrome para iPhone e Android

Outro método para bloquear o acesso a sites específicos no Chrome para iPhone e Android é usar um aplicativo de terceiros. Pessoalmente, considero esse método a maneira mais prática, eficaz e eficiente de impedir a entrada de sites distrativos e inadequados no lugar da extensão do Google Chrome.

Na verdade, bloquear sites no Chrome para dispositivos iPhone e Android é simples com a ajuda de aplicativos bloqueadores. Esses aplicativos bloqueadores de sites estão disponíveis na Android Play Store e na Apple App Store, tornando conveniente encontrar aquele que atenda às suas necessidades.

Uma das melhores opções é o BlockerX. Ele se destaca como um bloqueador de sites eficiente por seus recursos abrangentes e interface fácil de usar.

Além do mais, o BlockerX funciona como uma ferramenta de regulação completa para melhores hábitos online e um ambiente seguro.

Veja como bloquear sites no Chrome para iPhone e Android usando bloqueadores de sites como o BlockerX:


Etapa 1: Instale o aplicativo

download blockerX

Para começar, instale o aplicativo BlockerX no dispositivo desejado.

  • Para Android: abra a Google Play Store ou a Chrome Web Store em seu smartphone e pesquise “BlockerX”. Selecione a primeira opção e clique no botão “Instalar” para baixar o aplicativo.
  • Para iOS: Abra a Apple App Store e pesquise “BlockerX”. Da mesma forma, selecione a primeira opção e clique em “Instalar” para baixar o aplicativo. Você também pode acessar o BlockerX através da loja virtual do Chrome.


Etapa 2: Crie sua conta

Assim que o aplicativo estiver instalado, abra-o e clique no botão registrar para criar sua conta. Digite seu endereço de e-mail e crie uma senha segura. Assim que suas credenciais forem verificadas, sua conta será ativada imediatamente.


Etapa 3: bloquear sites e aplicativos

Lista de bloqueio do BlockerX

Com o BlockerX instalado, agora você pode bloquear facilmente sites e domínios adicionando seus URLs à lista de bloqueio. Além disso, você tem a flexibilidade de bloquear qualquer aplicativo instalado em seu dispositivo que você considere perturbador.

Prós:

  • BlockerX garante proteção consistente em todos os seus dispositivos, criando um espaço online seguro e sem distrações.
  • Suas eficientes restrições de conteúdo e recursos de filtragem detectam e bloqueiam conteúdo impróprio instantaneamente, criando uma experiência de navegação mais segura para você e seus entes queridos.
  • BlockerX permite que você personalize o nível de filtragem e bloqueie sites específicos com base em sua preferência. Ele também fornece controle parental eficaz, permitindo controles personalizáveis e proteção personalizada.
  • É extremamente fácil de usar. Na verdade, o BlockerX se integra perfeitamente ao seu navegador, garantindo uma experiência descomplicada.

Contras:

Embora o BlockerX forneça assistência abrangente, requer a parceria de sua determinação e dedicação.


Método 4: bloquear sites no Chrome usando o tempo de uso

Outra ótima dica quando se trata de bloquear sites no Google Chrome sem extensão é usar os recursos de tempo de tela do seu dispositivo. Veja como funciona:

a. Método 1: use o tempo de tela do Mac para bloquear o YouTube:

Agora, se você estiver executando o macOS 10.15 ou posterior, poderá usar o Mac Screen Time para bloquear sites como o YouTube. Veja como:

  • Abra as Preferências do Sistema no seu Mac e encontre o ícone Tempo de Uso.
  • Clique em Opções, ative o Tempo de Uso e defina uma senha.
  • Na janela Tempo de uso, vá para Conteúdo e privacidade e ative as restrições.
  • Em seguida, selecione “Limitar sites adultos” na guia Conteúdo.
  • Clique em Personalizar para personalizar suas restrições.
  • Escolha o botão de adição (+) na seção restrita e adicione o URL do site. Pressione OK.


b. Método 2: Use a Segurança Familiar da Microsoft:

Outra maneira de usar o tempo de tela como opção de bloqueio de sites é usar o Microsoft Family Safety. Este aplicativo integrado funciona como uma ferramenta multitarefa para controle de tempo de tela e configuração de senhas de acesso ao site e rastreamento de localização.

  • Em primeiro lugar, acesse as configurações no menu Iniciar clicando no ícone de engrenagem.
  • Em seguida, escolha “Contas” e depois “Família e outros usuários”.
  • Adicione uma nova conta e mude para sua conta de administrador do Google. Você pode adicionar a nova conta clicando em “Adicionar outra pessoa a este PC”.
  • Crie uma nova conta e, quando terminar, mude para sua conta de administrador.
  • Acesse a nova conta e clique em “App, jogos e mídia”.
  • Em “Limitar aplicativos, jogos e mídia da Loja”, adicione o site desejado à lista restrita.


Prós:

  • Um método rápido e fácil para bloquear o acesso a sites indesejados.
  • Fornece uma solução eficaz para banir sites específicos em todos os dispositivos.

Contras:

  • Este método de bloqueio de sites pode ser facilmente desativado.

Bem, este método fornece uma maneira rápida e eficaz de impedir o acesso a sites inadequados sem a necessidade de extensões.

Agora, para bloquear sites no Chrome usando SafeSearch, siga estas etapas simples:

  • Abra o Google no seu celular ou acesse a conta Google do seu computador.
  • Toque na foto do seu perfil no canto superior direito.
  • Role para baixo e toque em ‘Configurações’.
  • Selecione ‘SafeSearch’ no menu.
  • Ative a opção de filtro ‘SafeSearch’ para ativá-lo.
  • Uma vez ativado, o SafeSearch filtrará conteúdo explícito dos resultados de pesquisa do Google.


Prós:

  • O SafeSearch é perfeitamente integrado ao Chrome, eliminando a necessidade de instalações adicionais de software.
  • Não tem nenhum custo extra, o que o torna uma opção econômica para os usuários.

Contras:

  • O SafeSearch não tem a capacidade de bloquear sites específicos.
  • Comparado aos aplicativos dedicados, pode não oferecer uma filtragem tão abrangente ou infalível.


Método 6: bloquear sites no Chrome usando o recurso de URL BlockList

Outro método na lista de como bloquear um site no Chrome sem extensão é usar o recurso BlockList URL.

Agora, você precisará acessar o Google Admin Console para bloquear sites no Chrome usando o recurso BlockList URL. Veja como:

  • Faça login no Google Admin Console: acesse admin.google.com no seu navegador e faça login.
  • Navegue até Configurações do Chrome: na página inicial, acesse Dispositivos → Chrome → Configurações → Usuários e usuários. Navegadores.
  • Escolher unidade organizacional: selecione a unidade de nível superior para bloquear sites para todos os usuários ou uma unidade secundária para usuários individuais.
  • Acessar bloqueio de URL: role para baixo para encontrar a seção Bloqueio de URL.
  • Adicionar URLs à lista de bloqueio: na lista de bloqueio de URLs, insira os URLs dos sites que você deseja bloquear. Você também pode bloquear serviços específicos, como configurações do navegador.
  • Teste em um dispositivo: verifique se o bloqueio é eficaz em um dispositivo para garantir que funciona conforme o esperado.


Prós:

  • Você pode controlar facilmente sites bloqueados em um único local. É conveniente para organizações ou famílias.
  • Não há necessidade de extensões ou software extras, pois estão prontamente disponíveis nas configurações do Chrome.

Contras:

  • Ele fornece escopo limitado. Esta opção bloqueia apenas o acesso aos sites da lista designada, sem a capacidade de filtrar com base na categoria ou tipo de conteúdo.
  • O ajuste do recurso URL da lista de bloqueio exige privilégios administrativos no dispositivo ou no navegador Chrome gerenciado.


Método 7: bloquear sites no Chrome com o controle dos pais integrado

O controle dos pais é um recurso proeminente em vários dispositivos e softwares modernos, oferecendo uma maneira de gerenciar as atividades online das crianças. O bloqueio de sites no Chrome com controle dos pais integrado envolve basicamente a configuração de restrições para limitar o acesso a sites específicos. Isso garante que as crianças estejam protegidas contra conteúdo impróprio e só possam visitar sites aprovados.

Aqui está o que você precisa fazer:

  • Clique no menu do Windows e selecione “Configurações” e vá para “Contas”.
  • Escolha “Família e outros usuários” e clique em “Adicionar um membro da família” e depois em “Adicionar conta”.
  • Em seguida, selecione “Criar uma para criança” para configurar uma nova conta infantil.
  • Depois de criado, acesse-o através da página da sua conta da Microsoft.
  • Em seguida, vá em “Filtros de conteúdo” e selecione “Sites bloqueados”.
  • Digite o URL do site ou nome de domínio que você deseja bloquear.
  • Clique no ícone de adição para adicioná-lo à lista de bloqueio (repita esta etapa para adicionar mais sites).
  • Mude para a conta do seu filho para ver se o site está bloqueado.


Por:

  • É fácil de acessar por meio das configurações existentes do Windows e do Chrome, eliminando a necessidade de extensões ou software adicionais.

Contras

  • Esta opção oferece uma funcionalidade básica de bloqueio de site com base em categorias amplas ou URLs específicos. Falta o controle granular de alguns aplicativos bloqueadores eficazes.


Conclusão

Bem, espero que você tenha obtido sua resposta sobre como bloquear sites no Chrome sem extensão. Estas são as 7 maneiras mais eficazes de bloquear sites no Chrome sem extensão. Desde recursos integrados até bloqueadores de sites úteis e altamente eficientes como o BlockerX, você tem maneiras práticas, porém eficazes, de bloquear sites e evitar distrações indesejadas. Você ganha tempo para ser mais produtivo e focar no que realmente importa!


Perguntas frequentes

Q. É possível bloquear sites no Chrome no modo de navegação anônima sem uma extensão?

Sim, é possível bloquear sites no Chrome no modo de navegação anônima sem usar uma extensão.

Q. Você pode bloquear sites no Chrome para dispositivos móveis sem uma extensão?

Sim, é possível bloquear sites no Chrome Mobile, usando extensões do Google Chrome ou sem extensões.

What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Sobre BlockerX

BlockerX é um aplicativo de bloqueio de conteúdo adulto para Android, iOS, desktop e Chrome. Além de bloquear conteúdo adulto, o BlockerX também possui uma forte comunidade de 100.000 membros e cursos que ajudam você a resolver seus problemas de pornografia, um passo de cada vez.

Postagens Relacionadas

Sobre BlockerX

BlockerX é um aplicativo de bloqueio de conteúdo adulto para Android, iOS, desktop e Chrome. Além de bloquear conteúdo adulto, o BlockerX também possui uma forte comunidade de 100.000 membros e cursos que ajudam você a resolver seus problemas de pornografia, um passo de cada vez.