A masturbação causa acne: separando o fato da ficção

Introdução

Por muito tempo, um boato persistente de que ligava a masturbação ou a masturbação excessiva ao desenvolvimento da acne causou ansiedade e confusão desnecessárias. Este artigo investiga o mundo da masturbação, uma parte natural e saudável da sexualidade humana, e da acne, uma doença de pele comum que afeta milhões de pessoas.

Ao examinar os factos apoiados por provas científicas, pretendemos desmascarar este mito de longa data.

A masturbação, também conhecida como autoestimulação, é como uma parte natural e normal da exploração e experiência sexual humana e outras coisas. Pode ser uma forma saudável de aliviar o estresse, explorar a sexualidade pessoal de um indivíduo e até promover um sono melhor, mas a masturbação excessiva não é.

A acne, por outro lado, é uma condição da pele, como a pele oleosa, caracterizada por espinhas, cravos e espinhas, afetando principalmente o rosto, o peito e as costas de um indivíduo. Embora ambas as situações sejam bastante prevalentes em toda a sociedade, a suposta conexão entre elas requer um exame mais minucioso e outras coisas.

Acne

O cerne deste artigo reside em examinar a relação entre esses dois tópicos aparentemente não relacionados. Ao compreender as verdadeiras causas da acne grave e as alterações hormonais temporárias, como a flutuação em níveis de testosterona em homens, associados à masturbação, podemos separar o fato da ficção.

Esta exploração irá capacitar os indivíduos com informações precisas, dissipando ansiedades desnecessárias e promovendo decisões informadas.


A ciência por trás da acne

Acne é uma doença de pele super comum que afeta tantas pessoas que a acne se manifesta com espinhas, cravos e espinhas, geralmente no rosto, peito e costas. Embora essa condição deixe as pessoas estressadas, compreender suas reais causas é muito importante para lidar com ela de forma eficaz.


1. Acne explicada

Existem milhões de pessoas em todo o mundo que sofrem de acne, um distúrbio de saúde da pele que causa espinhas, espinhas e cravos. Células mortas da pele e excesso de óleo que bloqueiam os folículos capilares, comumente conhecidos como poros entupidos, são as principais razões por trás do nascimento da acne.

Essa barreira oferece um excelente ambiente para o crescimento de bactérias, causando irritação e produção de lesões de acne.


2. As causas da acne

Vários fatores contribuem para o desenvolvimento da acne. Alterações nos níveis hormonais, durante a puberdade, podem aumentar o bloqueio arterial, promovendo a deposição de gordura. Propionibacterium acne (P. acne) prospera na presença de oleosidade excessiva, excesso de sebo e células mortas da pele. A genética também é um fator que influencia o desenvolvimento da acne.


3. Desmascarando mitos comuns

Acredita-se comumente que a acne não é causada principalmente por higiene insuficiente. Embora os cuidados com a pele sejam importantes para mantê-la limpa, o banho frequente pode remover a oleosidade natural e aumentar a condição.

Além disso, embora a nutrição possa influenciar a pele em geral saúde, em casos graves, há poucas evidências que sustentem uma associação causal entre acne específica e alimentos. A tensão e certos medicamentos podem desencadear acne, mas não são as únicas causas.

A acne é um problema de pele que pode ocorrer devido a flutuações nos níveis hormonais e a fatores ambientais, e há muitas chances de ser genética. Desmascarar crenças e adotar o conhecimento científico permite que as pessoas controlem e curem melhor a acne, melhorando assim sua aparência física e seu bem-estar geral.


Prevalência de Masturbação

Apesar das barreiras sociais e culturais, pessoas de todas as idades e géneros envolvem-se na actividade comum de masturbação. Continua a ser amplamente reconhecido e praticado e tem significado mundial na sexualidade humana.


Efeitos psicológicos e fisiológicos

A masturbação pode ter repercussões tanto na saúde mental quanto na saúde física de uma pessoa. Existem muitos equívocos e mitos que mostram a masturbação como um comportamento terrível e a associam à vergonha e à culpa, embora tenha alguns benefícios possíveis. Fisicamente, pode ajudá-lo a relaxar, aliviar a tensão e diminuir seu nível de desejo sexual.

Mentalmente, pode melhorar o humor, reduzir o estresse e promover a autoconsciência e a confiança sexual. No entanto, persistem mitos sobre a masturbação, especialmente a sua alegada ligação com o desenvolvimento da acne. Apesar da falta de dados científicos, algumas pessoas acreditam que a masturbação pode piorar a acne devido a alterações hormonais ou ao aumento do fluxo sanguíneo para a pele.

No entanto, estudos significativos mostram que o desenvolvimento da acne não é causado pela masturbação. A acne é influenciada pela hereditariedade, hábitos de cuidados com a pele e flutuações hormonais. Assim, embora a masturbação possa ter repercussões mentais e físicas, o seu impacto na acne é desconhecido.

Compreender a prática comum da masturbação e as suas possíveis vantagens é essencial para a promoção da saúde e do bem-estar sexual. Os indivíduos podem reconhecer a masturbação como um elemento natural e saudável da sexualidade humana, apesar da sua ligação com a acne, refutando mitos e encorajando argumentos fundamentados.

Prevalência de masturbação


Examinando a conexão entre masturbação e acne


1. Crenças históricas

Ao longo da história, inúmeras culturas mantiveram crenças relacionando a masturbação a resultados negativos para a saúde, como a acne. Essas crenças eram geralmente baseadas em tabus morais ou religiosos que cercavam a atividade sexual.

Masturbação, para por exemplo, foi condenado como uma conduta perversa que teria causado uma variedade de doenças físicas e mentais, incluindo acne, durante a era vitoriana. Tais ideias reforçaram o estigma e a ignorância sobre a masturbação e a acne.


2. Falta de evidências científicas

Ao contrário da opinião comum, estudos na comunidade não comprovaram conclusivamente uma ligação entre masturbação e acne. Existem evidências limitadas para apoiar a noção de que a masturbação leva à acne. Vários estudos de investigação que investigaram esta alegada associação produziram resultados.

Vários médicos e especialistas médicos sublinham a falta de evidências científicas fortes que demonstrem que a acne é causada por desequilíbrios hormonais, hereditariedade e práticas de cuidados com a pele, e não por atividades sexuais, como a masturbação.


3. Opiniões de especialistas

Profissionais médicos e dermatologistas têm afirmado consistentemente que a masturbação não causa nem leva ao aparecimento de acne. Os especialistas enfatizam o valor da medicina baseada em evidências e dos estudos científicos na compreensão da fisiopatologia da acne.

Embora as variações hormonais associadas à estimulação sexual possam influenciar temporariamente a fisiologia da pele, não há evidências científicas que liguem o desenvolvimento da acne à masturbação.

Muitos dermatologistas enfatizam a importância de esclarecer mal-entendidos sobre as causas da acne e promover informações precisas para reduzir a culpa e a ansiedade associadas aos comportamentos sexuais e às práticas de cuidados com a pele.

No geral, a opinião do especialista enfatiza a falta de evidências científicas que apoiem a suposição de uma associação causal entre acne e masturbação, exigindo uma discussão fundamentada com base em pesquisas científicas.


Outros fatores que contribuem para a acne

During puberty, changes in hormonal levels particularly have a considerable impact on acne formation. Increased androgen levels, such as testosterone, induce the glands that produce sebaceous glands which leads to excess sebum. Excess sebum production, along with dead skin cells, clogs the pores and causes acne effects.

Além disso, as alterações hormonais causadas pela gravidez, pelos ciclos menstruais ou por certos distúrbios médicos podem aumentar os sintomas da acne, afetando a produção de sebo e as taxas de morte celular.


1. Genética e História Familiar

 De acordo com pesquisas, a genética tem um efeito substancial na probabilidade de um indivíduo adquirir acne, enfatizando sua importância. De acordo com a pesquisa, aqueles com histórico familiar de acne têm uma probabilidade significativamente maior de sofrer com seus sintomas.

A prevalência da acne é significativamente maior entre pessoas com suscetibilidade hereditária à doença, demonstrando a importância das variáveis hereditárias.

Alguns factores genéticos influenciam a resposta inflamatória da pele, o excesso de sebo que pode obstruir os poros e as respostas imunológicas, que contribuem para o desenvolvimento da acne. Embora a genética possa levar alguém a acne grave, fatores ambientais podem influenciar sua resposta inflamatória, intensidade e duração.


2. Escolhas de estilo de vida

Nossas escolhas de estilo de vida podem ter um impacto significativo em como vivenciamos a acne. Estudos demonstraram uma ligação substancial entre o que comemos e especialmente a nossa dieta – particularmente dietas ricas em alimentos doces, hidratos de carbono e lacticínios podem levar ao desenvolvimento de acne.

Estilo de vida saudável

Quando os níveis de estresse aumentam, nosso corpo responde com alterações nos níveis hormonais, causando mais inflamação e produção de óleo na pele, agravando a acne. Às vezes saltamos o nosso regime de cuidados com a pele, deixando de lavar o rosto ou usando produtos agressivos, o que agrava a situação ou leva a casos graves.

Para tratar adequadamente a acne, devemos nos abastecer com dietas bem balanceadas, seguir cuidados moderados com a pele, como aplicar produtos de limpeza e cremes com ingredientes ativos como peróxido de benzoíla, ácido salicílico e ácido glicólico, e adotar boas técnicas de controle do estresse. .

Cuidar desses componentes não apenas reduz os sintomas da acne, mas também melhora todo o nosso bem-estar e nos permite cuidar de nós mesmos.


Manter a pele saudável e o bem-estar geral

Effective skin care is essential for preserving bright skin and preventing acne. A constant cleaning practice using cleansing products and applying some dermatologists suggested creams with active ingredients like salicylic acid and glycolic acid, are the counter treatments or foundation of this program, guaranteeing the elimination of contaminants, excess oil, and environmental toxins that can lead to troublesome outbreaks by disturbing your sebaceous gland.

Por exemplo, limpar a transpiração e a sujeira após um longo dia ao ar livre pode ajudar a evitar o bloqueio dos poros, diminuindo o risco de acne. É fundamental selecionar um limpador suave específico para o seu tipo de pele, como uma fórmula hidratante para pele seca ou um limpador espumoso para rosto oleoso. A esfoliação também pode ajudar a remover células mortas da pele e evitar poros congestionados.

Promovendo o bem-estar geral

Por exemplo, cortar substâncias oleosas, alimentos processados e lanches açucarados pode ajudar a reduzir a acne, uma vez que aumentam os níveis de insulina e a inflamação. Beber bastante água é fundamental para manter a pele hidratada e eliminar toxinas, além das escolhas alimentares.

O exercício regular também ajuda no controle da acne, pois melhora a saúde geral e reduz o estresse. Ao incluir práticas para aliviar o estresse, como exercícios de respiração profunda, atenção plena e meditação em sua rotina diária, você poderá sentir a pele mais clara e se sentir melhor em geral. Além disso, lembre-se de que dormir de 7 a 9 horas por noite pode melhorar a saúde da sua pele e o vigor geral.


Conclusão

Concluindo, a discussão sobre a relação entre acne e masturbação revela preconceitos sociais e tabus culturais. A pesquisa científica contradiz a crença de que a masturbação causa ou aumenta diretamente a acne.

A acne geralmente é causada por alterações hormonais, genética e fatores de estilo de vida, e não devido à atividade sexual. Compreender a masturbação como um comportamento natural, bem como valorizar os diversos tipos de acne, é fundamental para desmascarar mitos e divulgar fatos factuais.

Manter uma boa pele requer procedimentos de cuidados com a pele, como lavagem regular, e decisões de estilo de vida, como controle do estresse e nutrição. Enfatizar o bem-estar físico e mental leva ao bem-estar total. Os indivíduos podem tomar decisões informadas em relação à saúde sexual e aos cuidados com a pele, colocando em primeiro lugar o conhecimento baseado em evidências e desafiando ideias antigas.


Fontes

1. Uma revisão dos avanços nos fatores que influenciam a acne: uma ênfase nas características ambientais




What’s your Reaction?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

Sobre BlockerX

BlockerX é um aplicativo de bloqueio de conteúdo adulto para Android, iOS, desktop e Chrome. Além de bloquear conteúdo adulto, o BlockerX também possui uma forte comunidade de 100.000 membros e cursos que ajudam você a resolver seus problemas de pornografia, um passo de cada vez.

Postagens Relacionadas

Sobre BlockerX

BlockerX é um aplicativo de bloqueio de conteúdo adulto para Android, iOS, desktop e Chrome. Além de bloquear conteúdo adulto, o BlockerX também possui uma forte comunidade de 100.000 membros e cursos que ajudam você a resolver seus problemas de pornografia, um passo de cada vez.