Filhos De Pais Solteiros São Mais Vulneráveis ​​À Pornografia Na Internet?
Pornografia na internet

No mundo digital de hoje, os pais geralmente não têm tempo suficiente para ficar com seus filhos. Como não passam tempo com os pais, os filhos estão substituindo-os pela tecnologia. A criança pode ler ou assistir algo na Internet que pode prejudicar sua psicologia, pois ela não tem conhecimento dos aspectos nocivos da Internet.  

Existem também vários perigos a que as crianças e jovens estão expostos na Internet, como o dinamismo e a propagação do cyberbullying, sexting e exploração. Em geral, é recomendado que todos os pais se mantenham atualizados sobre a internet e várias formas de mídia social para ajudar seus filhos a ficarem longe dos perigos e más práticas que os cercam e sejam treinados sobre esses tópicos que os ajudariam a brincar um papel ativo na vida digital de seus filhos. 

Neste mundo cada vez mais digital, os pais se sentem deslocados. No que diz respeito às práticas prejudiciais à saúde, o conteúdo proibido mais comum disponível para crianças na Internet é a pornografia, que infelizmente é muito acessível.  

Leia sobre: Want To Quit Porn? Trabalhe para melhorar suas habilidades sociais

Por que seu filho está mais vulnerável? 

Os pais não podem ser totalmente culpados se seus filhos caírem na armadilha do lado negro da Internet. Existem muitos fatores externos que podem influenciá-los a se tornarem, inconscientemente, vítimas dos aspectos negativos do mundo digital. Essas influências externas podem variar de mídias sociais, amigos e seus arredores pessoais também. Às vezes, é apenas a natureza da situação que os torna vulneráveis ​​a maus hábitos. 

O fácil acesso à pornografia online e os danos potenciais da exposição constante são um motivo de preocupação para a saúde e o bem-estar das crianças. A Internet tornou o acesso das crianças à pornografia um problema maior. Crianças e adolescentes que usam e-mail ou navegam na Internet estão constantemente expostos à pornografia.  

Para realmente entender como pais solteiros podem manter seus filhos longe dessas armadilhas, é importante olhar para os vários fatores que podem afetá-los negativamente: 

  1. Conflitos Parentais-  

A causa dos problemas não é necessariamente a mãe solteira, mas uma combinação de pressão financeira, instabilidade familiar e conflito entre os pais. 

Não é incomum que as crianças sejam expostas a, ou mesmo atraídas para, conflitos parentais antes, durante e depois da gravidez. Alguns pais podem pressionar os filhos a tomarem partido, o que pode fazer com que se sintam culpados ou abandonados.  

Essa sensação pode deixá-los em busca de um alívio e pousar na internet à meia-noite, pensando que a pornografia pode fazer com que se sintam melhor. No entanto, isso se torna uma atividade habitual que pode causar sérios danos a longo prazo. 

  1. Problemas de saúde mental- 

O divórcio ainda é uma razão comum para um dos pais ficar solteiro. Muitos estudos revelam que crianças que crescem com pais solteiros sofrem de problemas psicológicos que os afetam a longo prazo. Que fatores desencadeiam esses problemas psicológicos?  

Embora as crianças criadas por pais solteiros tenham menos probabilidade de serem estigmatizadas do que antes, muitas ainda correm o risco de certos problemas de desenvolvimento e de saúde mental. Por exemplo, crianças de famílias monoparentais têm maior probabilidade de abandonar a escola e também são mais suscetíveis ao uso de álcool e drogas. A insegurança e a confusão emocional podem aumentar a possibilidade de problemas de saúde mental. 

  1. Agenda excessivamente ocupada- 

Às vezes, os pais solteiros podem ter que gerenciar a família inteira por conta própria e, portanto, eles têm que ficar longe dos filhos o dia todo devido ao trabalho e não têm muito tempo para ficar com eles.  

Embora isso não seja culpa dos pais, a criança fica cada vez mais à vontade com a solidão e tenta explorar as várias facilidades disponíveis na internet. Se você sentir falta de seus filhos durante o dia devido ao trabalho, não tente conjurá-los à meia-noite. Não é certo acordá-los tarde da noite porque isso lhes dá acesso à rede e os torna terrivelmente vulneráveis ​​à pornografia.  

É perfeitamente compreensível que você possa rapidamente ser dominado pelas necessidades e responsabilidades de um pai solteiro. Você provavelmente estará sujeito a sofrimento adicional devido à morte ou ao divórcio de seu cônjuge. Apesar de tudo isso, você deseja permanecer positivo, pois seu humor pode simplesmente influenciar diretamente seus filhos.  

Qual etapa é a mais crítica? 

Importância da prevenção 

É importante que os pais se conscientizem de como prevenir os maus hábitos digitais de seus filhos desde tenra idade. Inúmeras crianças têm o hábito de usar pornografia; é um círculo vicioso de desejo, uso e vergonha.  

Existem duas razões pelas quais os pais às vezes não falam com seus filhos, mesmo depois de saberem que eles assistiram a pornografia:  

  1. Alguns pais acham que a pornografia é uma parte normal do crescimento e do aprendizado sobre sexualidade. Infelizmente, a pornografia é violenta e degradante e pode aprender lições prejudiciais sobre sexo online.  
  2. Outros pais estão dominados pelo medo porque não sabem o que dizer ou como seus filhos vão reagir.  

Contar com o seu conforto e estabelecer limites para seus filhos vai valer a pena. Os filhos precisam de um pai para ajudá-los a desvendar essas imagens prejudiciais e explicar por que são irreais, manipuladores e desrespeitosos. 

Solução possível – para pornografia na Internet

Lidar com seu filho assistindo pornografia é um problema comum. Muitos pais procuram ajuda profissional para orientar seus filhos. Assistir a pornografia pode se tornar um vício se não for controlado a tempo.  

Os pais devem permitir que seus filhos entendam os efeitos prejudiciais do uso da tecnologia pelos motivos errados. Além disso, os pais devem continuar monitorando seu comportamento sem interferir muito.  

O Google lançou um novo recurso Safe-Search que funciona com seu mecanismo de pesquisa, e você deve ter adivinhado o que ele faz. O importante sobre o Safe-Search é que você precisa acessar não apenas os dispositivos que seus filhos usam para acessar a Internet, mas também os navegadores que eles usam. Uma aposta segura seria habilitar esse recurso em todos os dispositivos e navegadores aos quais eles têm acesso.  

Outra forma de gerenciar as pesquisas de seus filhos em seus dispositivos é regular sua rede de Internet desde a fonte. É tão fácil quanto obter um roteador que permite filtrar certas páginas da web e restringir o acesso de seus filhos a certas páginas da web. Ao procurar esses tipos de roteadores, você obterá muitos resultados para escolher. 

Outras ferramentas poderosas que podem ajudar seus filhos a ter uma relação saudável com a Internet são mencionadas em detalhes a seguir. 

Ferramentas elétricas para ajudá-lo a evitar tal situação desde o início 

Como todas as famílias disseram, os pais solteiros maximizarão as probabilidades de sucesso de seus filhos criando um ambiente familiar de alta qualidade. Embora esse caso seja particularmente difícil para pais solteiros, os filhos se beneficiam de um lar organizado com regras e expectativas claras, consequências apropriadas para má conduta e incentivo emocional dos pais. 

Aqui estão algumas das soluções que você pode adotar para evitar que seu filho tenha acesso a pornografia de alta velocidade na Internet e tenha um estilo de vida saudável: 

  1. Envolva seus filhos em outras atividades- 

É importante apoiar os pais solteiros que tentam tornar um lar produtivo. A comunidade externa pode desempenhar um papel vital na saúde e no desenvolvimento das crianças em famílias monoparentais. 

As crianças que colaboram em atividades comunitárias estruturadas adoram um programa de reforço escolar, programas extracurriculares e ligas de esportes juvenis irão facilitar a otimização do desenvolvimento infantil saudável. Esse envolvimento é especialmente necessário para crianças de famílias monoparentais. 

Tente melhorar a qualidade de vida do seu filho com suas coisas favoritas, de livros a exercícios e música. Assim, você poderá conviver com seu filho em qualquer lugar, a qualquer hora. Converse com eles durante o jantar ou uma caminhada. Conte histórias engraçadas para dormir, jogue jogos de palavras e você será capaz de fazer muitas coisas. 

  1. Use o controle dos pais 

Ferramentas como o controle dos pais protegerão seus filhos de acessar conteúdo impróprio. No entanto, eles não podem verificar tudo o que veem na Internet. Faça-o acreditar que às vezes ele encontrará coisas na internet que prefere não ver ou que você simplesmente prefere não ver.  

Como pai, você deve ajudá-los a evitar conteúdo impróprio e confrontá-los assim que o virem. Depois de perceber que seu filho está se tornando uma vítima da Internet, comece a conversar com ele sobre o que ele pode notar lá. Tente ter essas conversas regularmente. 

Vários sites têm uma regulamentação mínima de treze anos; Isso inclui sites como YouTube e Facebook. Esclareça a seu filho que as restrições de idade são necessárias para protegê-lo de conteúdo impróprio. Para entrar no aspecto seguro, é sempre aconselhável usar plug-ins de obstrução de sites, como o Blocker X, que limitam conteúdo impróprio.  

  1. Comunique-se e eduque- 

Você ficaria surpreso com o quão eficaz pode ser uma comunicação adequada entre um pai e um filho. A melhor idade para falar com uma criança sobre pornografia é assim que ela aprender a acessar a internet.  

Por quê? Aqui está um exemplo: se você for a um zoológico onde há um leão enjaulado, seu filho pode ficar curioso para saber por que estão enjaulados e o que os torna tão perigosos. Você os explicaria na primeira vez que visitar o zoológico sobre por que alguns animais são perigosos para interagir. O mesmo se aplica à pornografia na Internet.  

Existem leões virtuais escondidos em todos os nossos dispositivos eletrônicos. Depois que você começa a falar sobre os perigos da Internet, sua comunicação não precisa ser complexa ou desconfortável.  

Você pode torná-lo extremamente simples, pois até mesmo crianças pequenas serão capazes de perceber ideias fáceis. Você pode tentar dizer a eles algo como: “Existem fotos prejudiciais, chamadas de pornografia, e elas podem prejudicar seu cérebro. Você deve contar a seus pais ou a um adulto de confiança se alguma vez vir algo assim. ” Eles entenderão você e se sentirão à vontade com relação a esse tópico e podem se instruir sobre como mantê-los protegidos contra esse tipo de conteúdo. 

Conclusão 

Embora não haja uma maneira infalível de garantir que seu filho não encontre pornografia, os métodos acima reduzem as chances de encontrar esse tipo de conteúdo. Nesse ínterim, converse com seus filhos como achar adequado. Deixe seus filhos saberem que tipo de conteúdo é apropriado e o que não é. Dessa forma, se você acidentalmente se deparar com algo semelhante ao navegar na Internet, a curiosidade deles não o dominará. 

Você pode rapidamente ser dominado pelas necessidades e responsabilidades de ser um pai solteiro. No entanto, não deixe que todos esses problemas o desencorajem de ser um bom pai, visto que várias práticas e sistemas estão em vigor para ajudá-lo a manter as práticas digitais de seu filho sob controle e você poderá incorporá-las à sua vida. 

Verifique : Percepções dos pais sobre a Internet e seus efeitos sobre os filhos

Facebook
Twitter
Tumblr
Pinterest
Reddit
More to explorer